Solda TIG

A solda TIG, do inglês “Tungsten Inert Gas” ou “Tungstênio e Gás Inerte”, numa tradução livre para o português, é uma processo de solda por arco elétrico, com um eletrodo não consumível de tungstênio e isolamento com gás inerte.

Em detalhes, a soldagem TIG é feita através de uma corrente que gera um arco elétrico que derrete os metais a serem soldados e o metal de adição (metal que é derretido e se mistura com as duas superfícies a serem soldadas). Essa corrente elétrica sai de um eletrodo de tungstênio, acoplado à tocha de soldagem.

Da tocha também é liberado um gás inerte, normalmente argônio, hélio ou uma mistura de ambos. Esse gás inerte cria uma atmosfera protetora para o eletrodo, ou seja, ao ser liberado na área de soldagem, ele impede o contato do eletrodo com o oxigênio presente na atmosfera. Sem a presença dessa atmosfera, o eletrodo entraria em contato com o oxigênio e seria rapidamente oxidado, perdendo sua utilidade.

Enquanto o soldador segura a tocha de soldagem com uma das mãos, com a outra ele segura uma vareta de metal de adição, ou seja, uma vareta composta de um material que também será derretido e misturado à superfície soldada.

Ao acionar a tocha de soldagem, uma corrente passa pelo eletrodo e ao aproximar o eletrodo do material a ser soldado, um arco elétrico surge. Esse arco elétrico é fundamental não só para os serviços de solda TIG, mas também para todos os tipos de solda elétrica, que são os mais empregados na indústria moderna.

O arco elétrico gera temperaturas muito altas, que derretem os metais a serem soldados e o metal de adição, quando este é empregado. Uma vez derretidos, os metais se juntam a nível molecular e então se solidificam novamente, completando a solda TIG.

 

Soldagem TIG na BRANIVA

Devido à necessidade de utilizar as duas mãos simultaneamente, a soldagem TIG é um dos processos mais difíceis de solda industrial.

Apesar disso, os serviços de solda TIG, mesmo sendo de difícil execução, quando feitos por soldadores competentes, apresentam soldas de altíssima qualidade, sendo considerado o tipo de solda mais versátil existente.

Na BRANIVA, através da solda TIG são soldados componentes de aços carbono ou inox, ferro fundido, alumínio, cobre, magnésio, titânio, níquel e até mesmo soldagem de materiais dissimilares.

As soldas que realizamos através do processo TIG apresentam ainda outras peculiaridades que as tornam ainda mais práticas, como a ausência de respingos, propriedades mecânicas superiores às obtidas através de outros processos de soldagem ou a possibilidade de realizar soldas sem adição em grandes velocidades

Fale Conosco