Furação na Usinagem

A furação na usinagem é um dos processos mais utilizados, já que quase qualquer peça fabricada para uso industrial apresenta um ou mais furos.

Esses furos, geralmente cilíndricos ou cônicos, são feitos por furadeiras ou fresas utilizando brocas, ferramentas de corte com o funcionamento baseado na rotação da broca ou da peça a ser furada.

O tipo de broca mais utilizado é a broca helicoidal, eficiente na furação de metais. Entretanto existem outros tipos de brocas, como as brocas de três pontas ou as brocas chatas, especificas para a perfuração de madeiras, aglomerados e materiais fibrosos não metálicos e as brocas de videa, específicas para furar pedras ou concreto e praticamente não utilizadas na furação em usinagem.

Também podem ser utilizados alargadores, para alargar ou melhorar o acabamento superficial de furos, ou escariadores, para alargar a boca de furos em formato cônico.

 

Processo de Furação naUsinagem

Existem diversos tipos de processos de furação na usinagem, entre eles podem ser citados:

  • Furação em cheio: processo de furação de peças no qual é feito um furo numa superfície maciça, removendo todo o material do interior do furo em forma de cavaco.

 

  • Furação com pré-furação: é primeiro feito um furo menor, que serve de “furo guia” e depois é feito um furo com o diâmetro final, concêntrico com o furo feito previamente.

 

  • Furação escalonada: processo utilizado na furação em peças que apresentam furos com seções que têm diâmetros diferentes. O furo é feito utilizando uma broca especial que, assim como o furo, apresenta seções com diâmetros diferentes.

 

  • Trepanação: no processo é retirado material da área externa do diâmetro, deixando um núcleo maciço no centro. A trepanação normalmente é feita em furos que apresentam diâmetros muito grandes e o núcleo maciço pode ser totalmente destacado da peça pela própria broca, no caso de furos passantes, ou pode ser removido através de outros processos, por exemplo, numa operação de sangramento utilizando um torno mecânico.

 

  • Furação Profunda: usinagem que se caracteriza pela execução de um furo cuja profundidade equivale a pelo menos cinco vezes o diâmetro do furo. Esse processo normalmente é feito através de furação em cheio ou de trepanação, no caso de diâmetros maiores. A furação em cheio pode ser feita com brocas helicoidais maciças ou com brocas especiais, com pastilhas de corte intercambiáveis com quebra cavaco, sistemas de ejeção de cavacos e até sistemas para lubrificação do furo.

A furação profunda é uma usinagem que exige alguns cuidados, especialmente para não ocorrer a ruptura da broca, que devido a seu comprimento é especialmente suscetível às forças de tensão causadas pelo atrito com a superfície trabalhada. Entre cuidados pode-se citar a furação de um furo piloto, com o mesmo diâmetro do furo final e uma profundidade de pelo menos o dobro do diâmetro deste.

 

  • Brochamento: é um processo de usinagem que faz um furo utilizando uma ferramenta multicortante, a brocha. Enquanto a furação com brocas só pode ser usada para fazer furos cilíndricos ou cônicos, o brochamento pode ser utilizado para fazer furos de quaisquer formatos, como quadrados, hexagonais e até perfis dentados internos e outros perfis irregulares.

Isso é possível, pois ao contrário das brocas, que têm sua operação baseada no movimento de rotação, as brochas têm sua operação baseada somente no movimento de avanço. Elas são ferramentas que possuem diversas fileiras cortantes dispostas ao longo de seu comprimento, cada uma de tamanho ligeiramente maior que anterior, e por não depender do movimento de rotação, suas fileiras podem ter qualquer formato.

Através do movimento de avanço da ferramenta, cada fileira remove sucessivamente material em forma de cavaco até que, depois de passado o ultimo fio de corte, resta um furo no formato da brocha.

O brochamento é um processo capaz de trabalhar um furo desde seu desbaste até seu acabamento final, normalmente não sendo necessária a usinagem posterior desse furo.

Fale Conosco