Aplainamento – Usinagem

O aplainamento é um processo de usinagem que consiste na retirada de material de uma superfície plana, utilizando uma ferramenta de corte. Essa ferramenta trabalha através de um movimento alternado de avanço e recuo, sendo que a retirada do material da peça usinada ocorre somente durante o avanço da ferramenta.

O aplainamento normalmente é usado para usinar estrias, chanfros, rebaixos, rasgos ou para facear peças de grande comprimento. Ela é especialmente utilizada para a usinagem de medidas internas que são difíceis de serem trabalhadas por outras máquinas como tornos ou fresas. Entre estas usinagens “difíceis” destacam-se os rasgos de chaveta, que no geral são feitos por plainas.

É realmente tão difícil usinar rasgos de chaveta internos com outras máquinas, que as plainas são muito conhecidas como chaveteiras. Na BRANIVA, por exemplo, essa é a principal utilização das plainas.

 

Tipos diferentes de plainas

Existem dois tipos de plainas: a plaina vertical e plaina horizontal.

O funcionamento das duas é bastante similar. Ambas são compostas por uma mesa móvel, uma grande carcaça que abriga o motor, as engrenagens internas da máquina, uma estrutura móvel que realiza os movimentos de avanço e recuo, chamada de torpedo ou trenó, no qual é presa a ferramenta de corte.

Como o torpedo só realiza os movimentos de avanço e recuo, sendo responsável pelo movimento de corte, a mesa é a responsável pela movimentação da peça, podendo ser movida através de fusos lateralmente e verticalmente.

Através da movimentação da mesa é que a peça é movida na direção da ferramenta para que esta continue retirando material, num movimento chamado passo de avanço.

 

A principal diferença entre os dois tipos de plaina é o eixo no qual suas ferramentas trabalham:

  • A plaina horizontal tem a movimentação de seu torpedo no sentido horizontal, como o próprio nome diz, e é usada principalmente para aplainar superfícies de peças com precisão considerável e com maior velocidade do que normalmente poderia ser feito por outras máquinas.
  • A plaina vertical, com o torpedo movendo-se no sentido vertical, tem como principal utilização a usinagem de rasgos internos de chavetas.

Fale Conosco